O que é a violência contra a mulher


Considera-se violência contra a mulher qualquer ação que lhe cause lesão, sofrimento físico, sexual, psicológico ou morte.

A Lei Maria da Penha define as seguintes situações onde a violência doméstica e familiar pode ocorrer:

  • Na unidade doméstica – na casa onde convivem parentes ou não, incluindo pessoas que frequentam esta casa ou vivem ali como agregadas;
  • Nas relações íntimas de afeto – na qual o agressor conviva ou tenha convivido com a ofendida, independente de coabitação (exemplo: casal de namorados).

 

Tipos de violência contra a mulher


Violência física

Entendida como qualquer conduta que ofenda sua integridade corporal.

Exemplos: 

Espancamento

Atirar objetos, sacudir e apertar os braços

Estrangulamento ou sufocamento

Lesões com objetos cortantes ou perfurantes

Ferimentos causados por queimaduras ou armas de fogo

Tortura

 


Violência psicológica

Entendida como qualquer conduta que lhe cause dano emocional, diminuição da autoestima e/ou humilhação.

Exemplos: 

Ameaças

Constrangimento

Humilhação

Manipulação

Isolamento (proibir de estudar e viajar ou de falar com amigos e parentes)

Vigilância constante

Perseguição contumaz

Insultos

 Chantagem

Exploração

Limitação do direito de ir e vir

Ridicularização

Tirar a liberdade de crença

Distorcer e omitir fatos para deixar a mulher em dúvida sobre a sua memória e sanidade (gaslighting)

 

 


Violência sexual

Obrigá-la a manter ou a participar de relação sexual não desejada, mediante intimidação, ameaça, coação ou uso da força.

Exemplos: 

Estupro

Obrigar a mulher a fazer atos sexuais que causam desconforto ou repulsa

Impedir o uso de métodos contraceptivos ou forçar a mulher a abortar

Forçar matrimônio, gravidez ou prostituição por meio de coação, chantagem, suborno ou manipulação

Limitar ou anular o exercício dos direitos sexuais e reprodutivos da mulher

 

 

Violência patrimonial

Retenção, subtração, destruição parcial ou total de seus objetos e pertences.

Exemplos: 

Controlar o dinheiro

Deixar de pagar pensão alimentícia

Destruição de documentos pessoais

Furto, extorsão ou dano

Estelionato

Privar de bens, valores ou recursos econômicos

Causar danos propositais a objetos da mulher ou dos quais ela goste

 

 

Violência moral

Entendida como qualquer conduta que configure calúnia, difamação ou injúria.

Exemplos: 

Acusar a mulher de traição

Emitir juízos morais sobre a conduta

Fazer críticas mentirosas

Expor a vida íntima

Rebaixar a mulher por meio de xingamentos que incidem sobre a sua índole

Desvalorizar a vítima pelo seu modo de se vestir

 

 

Características do possível agressor

Quando o homem demonstra alguns destes comportamentos ele pode estar cometendo algum tipo de violência contra a mulher:

  • Impedir a mulher de trabalhar ou de progredir profissionalmente.
  • Negar-lhe a possibilidade de sair sozinha ou de ter amigas.
  • Impedi-la de escolher o tipo de roupa que deseja usar.
  • Impedir sua participação em atividades sociais.
  • Desqualificação e humilhação privada ou em público.
  • Imposição da sua vontade sexual sob a da mulher.

 

 

 

Ciclo da violência

* Clique sobre a imagem para ver em detalhes

 

Compartilhe